Top 10, desafios de se fazer negócios no Brasil

O Brasil tem sido uma das mais interessantes histórias de crescimento da ultima década, sendo que a Copa e as Olimpíadas irão provavelmente marcar o país no mapa como um destino promissor para investimentos globais. No entanto, a potencia da America Latina é considerado um dos lugares mais desafiadores do mundo para fazer negócio, por esta razão contar com experts locais irá proporcionar maior índice de sucesso para o seu empreendimento no exterior.

Estimativas recentes sugerem que sediar a Copa e as Olimpíadas pode valer $ 3.5 e $5 bilhões respectivamente, para a economia Brasileira. A confiança dos consumidores também está entre a mais altas de todos os tempos no país, com 40 milhões de brasileiros saindo da pobreza nos últimos 10 anos, impulsionando a classe média no país. Além desses fatores, o grande crescimento da manufatura, a população jovem e a abundancia de recursos tem deixado os investidores internacionais bastante animados com as perspectivas do país.

Outro motivo para se animar com a economia brasileira é que - após vários trimestres de  com baixo níveis de crescimento – existe um ar de otimismo com relação aos futuros níveis de crescimento. Se a economia engatar logo, diversos investidores globais verão isso como um catalisador para levar suas operações e consequentemente impulsionar os investimentos externos direto (IED). Mas fazer negócios no Brasil é notoriamente complicado, e existem diversos pontos que as organizações deveriam considerar antes de dar o salto.

Nação em Desenvolvimento

O Brasil continua sendo considerado como uma nação em desenvolvimento, e apesar de isso ser frequentemente interpretado como um precursor para os “altos níveis de crescimento”, também significa que diversas áreas da economia continuam subdesenvolvidas. A base de consumidores, ambiente regulatório e esferas de investimentos não são tão maduras como as das nações desenvolvidas, e devem ser levadas em consideração.

BUROCRACIA

A reforma da legislação e regulamentos para a abertura e operação de um negócio no Brasil não se adaptou na mesma velocidade que a economia cresceu, apresentando diversas barreiras para as companhias estrangeiras.

O Brasil foi classificado em 126º de 183 países no ultimo reporte anual do World Bank´s que avalia a facilidade de começar um negócio, considerando permissões para construir, registro de propriedade e pagamento de impostos. Na média, são necessários 13 procedimentos e até 119 dias enquanto para a obtenção de aprovação de licenças de operação são necessários por volta de 17 procedimentos e até 469 dias, caso sejam requeridas licenças específicas de agências reguladoras.

Corrupção

O Brasil de alguma forma tornou-se conhecido pelos seus níveis de corrupção entre seus políticos e executivos seniores. No entanto, uma pesquisa recente do The Economist sugere que o país esta finalmente pronto para a limpeza de seus atos, prevendo que em 2013 a corrupção irá acarretar penas privativas de liberdade, causando um efeito redutor na corrupção.

Financeiro

O ”boom” na economia Brasileira tem aumentado os preços no País, e de uma perspectiva financeira, fazer negócio pode não ser tão barato como você pode pensar. A moeda aproximou-se da paridade com vários dos seus principais parceiros e os comodities tiveram alta de preço. O Mercado de Ações no país esta parado, o que faz os investimentos nesse setor um pouco mais complicado.

Impostos

Os impostos no Brasil podem ser muito imprevisíveis, com muitas empresas batalhando contra as autoridades por imensas quantias de receita tributária. Um artigo recente no The Economist dizia “disputas tributarias são tão brasileiras como o biquine ou o samba”, mencionando muitos dos grandes casos atualmente em tramite.

Preferencia por empresas locais

A diversidade e economia variada do Brasil é o reflexo de que muitas empresas preferem entrar no país através de parcerias com empresas locais. O que faz com que a transição tenha menos interrupções para o consumidor e também fornece a empresa uma visão essencial da economia local.

Infraestrutura

O ex-jogador de futebol Pele iniciou recentemente um ataque em escala ao Governo pela falta de desenvolvimento em infraestrutura que tiveram lugar na corrida para a Copa e as Olimpíadas em 2016. No entanto, o governo acordou para a necessidade urgente de melhorar a infraestrutura do país, de fazer leilões de estradas, concessões de rodovias e aeroportos, bem como, efetuando o curte do imposto dobre transações financeiras dos principais projetos.

Tecnologia

O Brasil foi prejudicado por falta de tecnologia no seu desenvolvimento, no entanto, existem esforços concentrados na melhoria da infraestrutura do país. Muitas start-ups de tecnologia aproveitaram a notícia do atraso, e grandes corporações também se comprometeram com a economia; Microsoft esta investindo $100 milhões no Rio de Janeiro nos próximos 4 anos.

Força de trabalho local

Os sindicatos tem muita influencia no Brasil, e apesar de suas conquistas terem levado à um Mercado de trabalho mais desenvolvido, devemos atentar a forma com que eles operam. É fácil virar presa da legislação trabalhista no Brasil, que estão dispostas em 900 artigos e são difíceis de entender. A não adequação pode levar a multas e uma reputação prejudicada.

Barreiras a importação e Exportação

Os negócios podem ser confrontados com dificuldades na exportação e importação de mercadorias. A maior parte dos produtos importados ficam algum tempo presos nos portos enquanto os procedimentos burocráticos são atendidos e o custo médio por container é bastante alto. As exportação podem receber tratamento similar, levando em media 13 dias para deixar o território nacional.

TMF Group

Nós temos o conhecimento local para lhe auxiliar a atravessar esse campo minado. Caso você queira estabelecer o seu negócio no Brasil ou apenas quer melhorar suas operações locais, fale conosco.