As jurisdições mais fáceis e complexas do mundo para compliance contábil e fiscal

Brasil, Grécia, Argentina, China entre os 10 países mais complexos. Ilhas Cayman, Hong Kong, BVI, EAU: locais mais fáceis do mundo para contabilidade e impostos.

A Turquia é o lugar mais complexo do mundo no que diz respeito ao compliance contábil e fiscal, seguido pelo Brasil, Itália, Grécia e Vietnã - de acordo com o Índice de Complexidade Financeira de 2017 da TMF Group.

O provedor líder de serviços globais de negócios e compliance classificou 94 jurisdições em toda a Europa, Oriente Médio, África, Ásia-Pacífico e Américas; sendo o primeiro o mais complexo até o menos complexo. As Ilhas Cayman estão na posição 94 como o lugar menos complexo para compliance a partir da perspectiva contábil e fiscal.

Ao determinar os rankings com seus especialistas contábeis e fiscais, a TMF Group utilizou quatro parâmetros de complexidade ponderada, considerando as regras contábeis e tributárias em diferentes jurisdições e os riscos associados à não conformidade.

AS 10 PRINCIPAIS JURISDIÇÕES MAIS COMPLEXAS EM MATÉRIA DE COMPLIANCE DAS OBRIGAÇÕES CONTÁBEIS E FISCAIS

 

JURISDIÇÃO

CLASSIFICAÇÃO GLOBAL

Turquia

1

Brasil

2

Itália

3

Grécia

4

Vietnã

5

Colômbia

6

China

7

Bélgica

8

Argentina

9

Índia

10

 

MAIS COMPLEXO DE ACORDO COM CADA PARÂMETRO DE COMPLEXIDADE

 

 

Mais complexo

 

Média global

Menos complexo

 

Compliance

Grécia

78%

60%

Ilhas Cayman

32%

Elaboração de relatório

Argentina

88%

55%

Curaçao

8%

Contabilidade

México

84%

51%

Ilhas Cayman

27%

Fiscal

Itália

68%

48%

EAU

7%

 

Resumo dos resultados

  • A Turquia é a jurisdição mais complexa para permanecer financeiramente compatível em grande parte devido à exigência de apresentação de relatório, tanto no idioma e na moeda turca, e o número extremamente elevado de artigos fiscais, embora isso esteja reduzindo.
  • No sul da Europa, tanto a Itália (3) como a Grécia (4) têm complexidades muito localizadas. Na Itália, os impostos são cobrados em nível nacional, regional e municipal, enquanto que na Grécia os impostos são divididos em três categorias: imposto de renda, propriedade e consumo.
  • A América do Sul e Central têm cinco jurisdições entre as 15 mais complexas: Brasil (2), Colômbia (6), Argentina (9), Bolívia (12) e México (15). Isso se deve em grande parte à prática comum de cobrar três níveis de tributação: federal, estadual e municipal. A Argentina obteve a maior pontuação de todas as 94 jurisdições na área de complexidade de "Elaboração de Relatórios" (88%) e o México a mais alta pontuação em "Contabilidade" (84%). 
  • Ásia-Pacífico tem três jurisdições entre as 10 principais: Vietnã (5), China (7) e Índia (10). A complexidade em torno do faturamento, apresentação e realização de auditorias é alta, com documentação e processos muito específicos aplicados.

Sem surpresas, as cinco jurisdições menos complexas simplificaram os requisitos de elaboração de relatórios e taxas fiscais benéficas para incentivar o investimento: Jersey (90), Hong Kong (91), EAU (92), BVI (93) e as Ilhas Cayman (94).

Comentando sobre os rankings, a Líder Global de linhas de serviço da TMF Group, Deborah Williams, disse:

“Nossos resultados mostram que a complexidade financeira pode ser agrupada em três áreas principais de desafio: regulação, conhecimento e tecnologia.

“Várias camadas de tributação e a taxa de mudança legislativa em algumas jurisdições exigem um esforço maior para cumprir os requisitos de compliance. E o conhecimento local aplicado, não apenas de legislação, mas também da moeda e do idioma, pode ser vital no cumprimento de suas obrigações contábeis e de declarações fiscais.

“Ao operar em um mercado global diversificado, conhecer e compreender os requisitos locais de compliance financeira pode provar a diferença entre o sucesso ou o fracasso de negócios internacionais”.

“À medida em que cada vez mais jurisdições procuram automatizar e digitalizar seus requisitos de armazenamento de informações e elaboração de relatórios, é importante que as empresas aumentem o compliance, a transparência e a flexibilidade para que possam ser operacionalmente eficientes e atingir seu potencial comercial total. ”

Para fazer download do relatório completo, acesse: https://www.tmf-group.com/FCI2017

 

- FIM -

 

NOTAS AOS EDITORES

 

Para obter mais informações, entre em contato com:

Carlie Bonavia, PR & Communications Executive: carlie.bonavia@tmf-group.com